Perfil dos fisioterapeutas nas unidades de terapia intensiva adulto

##plugins.themes.bootstrap3.article.main##

Francisco Antonio Dourado Alves
Brena Costa de Oliveira
Francelly Carvalho dos Santos
Rodrigo Eugenio do Nascimento Matta
Hengrid Graciely Nascimento Silva
Cibelle de Sousa e Silva
Ana Flávia Machado de Carvalho

Resumo

Objetivo: Analisar o perfil dos fisioterapeutas que atuam nas UTIs adulto da cidade de Teresina/PI. Métodos:
A amostra foi composta por 53 fisioterapeutas. A coleta de dados ocorreu entre abril e junho de 2018. Foram
incluídos profissionais de ambos os gêneros e excluídos aqueles que desistiram da pesquisa, não
completaram o questionário e as instituições que não aceitaram participar ou não responderam a solicitação
de coparticipante em tempo razoável. Aplicou-se um questionário online disponibilizado por e-mail e por
aplicativos de mensagens contendo 32 questões. Resultados: Observou-se predominância do gênero
feminino, com média de 31,7 ± 5,59 anos, pós-graduados (92,45%) com prevalência em terapia intensiva,
trabalhadores do serviço privado (52,8%) e 62,3% informaram que receberam treinamento ao serem
admitidos no setor. Constatou-se que 28,3% não são exclusivos da UTI e 60,4% consideram-se muito
satisfeitos ou satisfeitos profissionalmente, observando-se maior satisfação no serviço privado. Conclusão:
Os fisioterapeutas são qualificados, estão em constante aperfeiçoamento e suas atribuições ainda não estão
bem definidas, a depender da equipe multidisciplinar ao qual está inserido. Observou-se uma maior
qualificação em terapia intensiva e grau de satisfação profissional no setor privado e os fisioterapeutas do
serviço público parecem possuir maior autonomia e experiência no setor de UTI.

##plugins.themes.bootstrap3.article.details##

Como Citar
AlvesF. A. D., de OliveiraB. C., SantosF. C. dos, MattaR. E. do N., SilvaH. G. N., SilvaC. de S. e, & CarvalhoA. F. M. de. (2020). Perfil dos fisioterapeutas nas unidades de terapia intensiva adulto. Revista Eletrônica Acervo Saúde, (55), e4068. https://doi.org/10.25248/reas.e4068.2020
Seção
Artigos Originais